martes 10.12.2019

Analise preliminar das presidenciais na Guiné Bissau

Analise preliminar das presidenciais na Guiné Bissau

1. Confirma-se que Cadogo é história e o guineense não perdoa. Poderá ser que a justiça tb não.

2. Baciro Dja é colocado pelos guineenses onde nunca devia ter saído, na sua insignificância.

3. Nuno Nabian é um oportunista político que nada quer saber da GB mas sim como pode chegar ao poder. Mais uma vez poderá, sem ganhar, ser o maior vencedor e ser a muleta do DSP na segunda volta. Qual é o custo a pagar? Apenas resta negociar para ter a resposta a esta questão?

4. JOMAV, se tivesse sido um Presidente com sentido de Estado teria mantido o partido vencedor das legislativas de 2014 no poder, hoje teria sido reeleito para um segundo  mandato tranquilamente, a Guiné estaria muito melhor. Não o fez, tornou-se absolutista com atropelos constantes da constituição, ficará na história como o Presidente com o maior Curriculum de nomeação de PM de forma inconstitucional e inconsequente, mergulhou a Guiné nesta crise profunda. Para esquecer e nunca mais recordar.

5. Sissoco, sendo um analfabeto, limitado no discurso, tribalista, etnicista apresenta-se como a mais perigosa solução para a GB. Contudo, uma parte da população bem identificada ainda acredita neste tipo de discurso barato. A GB poderá bater no fundo e destruturar-se para sempre num estado falhado com esta possibilidade de presidência. 

 6. DSP duas maiorias absolutas não conseguidas, mostra as limitações  do PAIGC, que não convencendo totalmente os guineenses é ainda o refugio de muitos. Terá que muito rapidamente demonstrar e convencer. O desgaste do quase .. quase lá. Esta é a sua última vida no tabuleiro político da GB. Contudo de longe a melhor solução para a GB. Esperemos que o guineense perceba isso!

Mantenhas para a GB.

Comentarios